sábado, 30 de setembro de 2017

DIA 26 - TEMORES AO AVIVAMENTO - 40 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO


DIA 26 - TEMORES AO AVIVAMENTO

22 "Agora, compelido pelo Espírito, estou indo para Jerusalém, sem saber o que me acontecerá ali. 
23 Só sei que, em todas as cidades, o Espírito Santo me avisa que prisões e sofrimentos me esperam. 
24 Todavia, não me importo, nem considero a minha vida de valor algum para mim mesmo, se tão-somente puder terminar a corrida e completar o ministério que o Senhor Jesus me confiou, de testemunhar do evangelho da graça de Deus. Atos 20.22-24.

A pessoa que anda com Deus, tem uma segurança extraordinária. 
Deus não permite uma prova além do que possamos suportar. Ele está no controle de todas as coisas, por isso não devemos temer pessoas nem situações.

No texto, Paulo está afirmando que não sabe o que lhe acontecerá em Jerusalém. Somente sabe que haverá prisões e sofrimentos. Ele foi cheio de coragem porque a sua entrega nas mãos de Deus foi de tal que ele já considerava sua vida perdida queria apenas cumprir a missão. 

Infelizmente existem pastores e líderes que não tem esta coragem, ao contrário estão cheio de temores. Não buscam um avivamento pessoal e não levam suas igrejas a uma vida mais profunda com Deus por alguns medos:

1. Medo de perder posições. 
Quantos pastores entram numa situação de subserviência aos homens e não de submissão total a Deus, para manter sua posição. Sabem que se pregarem sobre determinados assuntos as oposições se levantarão e eles poderão perder sua posição.

2. Medo de ser criticado.
Quando você começa a buscar a Deus e levar o povo a buscá-lo, pode esperar as criticas e oposições. Tanto na sua igreja local como na sua denominação. Alguns estão mais preocupados com o que os homens pensam do que com o que Deus pensa.

3. Medo de perder salário.
Alguns pastores temem que poderão ser desligados da igreja e perder seu sustento, se pregarem assuntos que alguns líderes não gostam. 

Se a verdade ofende as pessoas vamos para de proclamá-la? Alguns assuntos tornaram-se proibidos em alguns lugares. Mas se a Palavra fala deles, vamos pregar. Jesus confrontava e pregava o que muitos religiosos não queriam ouvir.

4. Medo de perder o controle. 
Há pastores que dominam o rebanho de uma forma tal que as pessoas não tem liberdade na vida cristã. Tais pastores sabem que se vier um avivamento espiritual, eles perderão o controle de algumas situações. Os crentes no poder do Espírito começarão a fazer novos discípulos; a igreja começara a crescer; alguns ministérios surgirão espontaneamente. É uma benção quando não sabemos mais o que está acontecendo, apenas que Deus está no controle.

5. Medo de mudanças.
Algumas igrejas estão vivendo há anos numa tradição, e seus membros tem medo de sair da rotina. Alguns dizem: "Ha 40 anos que fazemos desta forma porque vamos mudar?" As mudanças sempre nos tiram da zona de conforto. O avivamento faz um reboliço na igreja, assim como aconteceu no vale de ossos secos (Ezequiel 37). Alguns pensam que as coisas estão saindo fora do lugar, mas do ponto de vista de Deus elas estão entrando no lugar certo. 

Vamos orar por um grande avivamento espiritual e ter a coragem para enfrentar as oposições humanas. Deus estará do nosso lado, e no final Ele receberá a honra e a glória.

-----------------------------------------------------------------------------------------
MOTIVOS DE ORAÇÃO:
- Peça a Deus que encha os pastores e líderes das igrejas com ousadia e coragem para levar seus liderados ao avivamento espiritual. 
- Ore para que Deus liberte os cristãos dos temores humanos e que tenham apenas o temor de Deus.
- Ore para que venha o avivamento espiritual.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

DIA 25 - O DIABO NÃO QUER VER OS CRENTES AVIVADOS - 40 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO


DIA 25 - O DIABO NÃO QUER VER OS CRENTES AVIVADOS
10 Finalmente fortaleçam-se no Senhor e no seu forte poder. 
11 Vistam toda a armadura de Deus, para poderem ficar firmes contra as ciladas do Diabo.
12 pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. 
13 Por isso, vistam toda a armadura de Deus, para que possam resistir no dia mau e permanecer inabaláveis, depois de terem feito tudo.
14 Assim, mantenham-se firmes, cingindo-se com o cinto da verdade, vestindo a couraça da justiça
15 e tendo os pés calçados com a prontidão do evangelho da paz.
16 Além disso, usem o escudo da fé, com o qual vocês poderão apagar todas as setas inflamadas do Maligno.
17 Usem o capacete da salvação e a espada do Espírito, que é palavra de Deus.
18 Orem no Espírito em todas as ocasiões, com toda oração e súplica; tendo isso em mente, estejam atentos e perseverem na oração por todos os santos. Efésios 6.10-18

Estamos no meio de uma batalha espiritual. Infelizmente muitos cristãos e igrejas não conhecem a realidade do mundo espiritual.

É impressionante verificar como há pessoas que não discernem as coisas espiritualmente. Somente veem o que é material, e como consequência sua vida cristã e seus cultos são materiais, tentam convencer o pecador a mudar de igreja e não ter uma experiência espiritual correta. 

A Vida cristã é uma realidade espiritual. Jesus Cristo disse que para ser seu seguidor precisa nascer de novo e muitos estão como Nicodemos pensando na vida material. (João 3) Quando nos damos conta de que a questão é espiritual, concluímos que estamos no meio de uma grande guerra nas regiões celestes. 

O verso 12 diz: Pois a nossa luta não é contra seres humanos, mas contra os poderes e autoridades, contra os dominadores deste mundo de trevas, contra as forças espirituais do mal nas regiões celestiais. 

A vida crista é uma mudança de Reino. A pessoa que se entrega a Cristo e nasce novamente, sai do domínio das trevas, e é transportada para o Reino do Filho amado. (Colossenses 1.13) Claro que o diabo não quer perder seus súditos e sabe que quanto mais a igreja estiver fraca, sem poder e sem vida espiritual profunda, mais ele pode manter as vidas sob seu domínio. 

Satanás sempre vai se opor ao avivamento. Quando ele percebe que o povo começa a orar por avivamento, já inicia sua preparação para colocar obstáculos. Ele é um falsificador. Deus faz as cosas para o bem do homem. Satanás faz as coisas para seu próprio bem.

Esta é a razão pela qual o inimigo levanta forte oposição ao avivamento. Olhando o livro de Atos dos Apóstolos verificamos que logo no início o Diabo levantou oposição às pregações e ao Caminho. De repente se deu conta de que quanto mais oposição mais a igreja tem ousadia e dedicação. Aí então ele mudou a estratégia. Hoje ele entra sorrateiramente nas igrejas provocando uma frieza espiritual. Fazendo com que alguns líderes evitem reuniões de oração, reuniões de grupos pequenos nas casas, que não haja vigílias de oração, jejuns, evangelismo pessoal etc.

Mas o diabo já foi derrotado na cruz e sabe que tem pouco tempo. 
O avivamento espiritual virá e as hostes das trevas vão bater em retirada. O Poder de Deus vai invadir diversos lugares provocando convicção de pecados, trazendo o dom do arrependimento e muitas vidas serão resgatadas do domínio das trevas para a luz. 

Um dos dons espirituais mais necessários é o dom de discernimento de espíritos para identificar de onde estão chegando as oposições, distorções e distrações em relação ao avivamento espiritual.

Chegou a hora de pastores e líderes de igrejas se consagrarem ao jejum, oração, pregação da Palavra, e busca de um grande avivamento espiritual.
Deus responderá e será glorificado!

-----------------------------------------------------------------------------------------
MOTIVOS DE ORAÇÃO:
- Ore para que a igreja seja revestida de toda a armadura de Deus.
- Ore para que o poder de Satanás seja enfraquecido pelo jejum e oração do Povo de Deus.
- Peça a Deus que derrame poder espiritual em pastores, líderes e toda a igreja de Cristo.


quinta-feira, 21 de setembro de 2017

DIA 24 - TRADICIONALISMO - 40 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO



DIA 24 - TRADICIONALISMO

6 Ele respondeu: "Bem profetizou Isaías acerca de vocês hipócritas, como esta escrito: 'Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração esta longe de mim.
7 Em vão me adoram, seus ensinamentos não passam de regras ensinadas por homens.'
8 Vocês negligenciam os mandamentos de Deus e se apegam as tradições dos homens"
9 E disse-lhes: "Vocês estão sempre encontrando uma boa maneira de pôr de lado os mandamentos de Deus, a fim de obedecerem as suas tradições! Marcos 7.6-9
Tenham cuidado para ninguém os escravize a filosofias vãs e enganosas, que se fundamentam nas tradições humanas e nos princípios elementares deste mundo, e não em Cristo. 
Colossenses 2.8

Todos temos nossas tradições. De uma forma ou de outra nos apegamos aquilo que nos foi ensinado desde crianças e acabamos criando tradições em muitas áreas da vida.

Em termos religiosos também temos as tradições tão fortes que muitas vezes são um impedimento as pessoas de conhecerem o Deus vivo e verdadeiro. Por exemplo quando evangelizamos alguém, uma das grandes barreiras para aceitar a mensagem e entregar a vida a Cristo, é a tradição familiar. Não querem mudar as coisas. Alguns dizem: Eu nasci nesta religião e vou morrer nela.

No ser humano isto é um mecanismo de defesa natural, pois as mudanças podem acarretar oposição.

Na questão do avivamento a coisa funciona da mesma forma. Temos igrejas que a muitos anos vivem em suas tradições e tem uma grande dificuldade com mudanças.

No cenário evangélico brasileiro foram criadas algumas nomenclaturas pejorativas, pois colocam rótulos em todas as igrejas sem sequer conhecer a realidade delas. Por exemplo dizemos que há os "pentecostais", os "tradicionais" e agora rotularam um novo grupo que chamam de "neopentecostais".

Cada um destes grupos têm algumas características que determinaram os rótulos. Pessoalmente não concordo com essas nomeações, e confesso que já fui classificado nas três.

O problema aqui não é a nomenclatura. Gostaria que você, leitor, não prendesse a essas nomenclaturas, não se importando com qual classificação deram a você. O mais importante é você olhar para sua vida pessoa e sua igreja e abolisse a realidade dos fatos: Há uma evidência forte de avivamento na sua vida e igreja?Não permita que por causa das tradições, você deixe de experimentar a grande benção de se aprofundar na vida de Cristo. Fique firme nas doutrinas da Palavra de Deus e cheio da vida de Cristo.
Muitos de nós ficamos preocupados com o que vão pensar de nós, o que os irmãos vão falar, o que nossa demonização vai dizer, etc. É mais importante preocupar com o que Deus vai falar. Foi assim que os Apóstolos refletiram: Mas Pedro e João responderam: "Julguem os senhores mesmos se é justo aos olhos de Deus obedecer aos senhores e não a Deus. Pois não podemos deixar de falar do que vimos e ouvimos." (Atos 4.19-20)

Comece a buscar ao Senhor. E entregue tudo nas mãos dele e Ele cuidará da sua vida e reputação, assim as pessoas verão que contra fatos reais, não há argumentos contrários.

-----------------------------------------------------------------------------------------
MOTIVOS DE ORAÇÃO:
- Ore por um avivamento tal, que as barreiras da tradição sejam quebradas.
- Ore para que pastores e líderes estejam convencidos de que a maior necessidade da igreja hoje é um avivamento espiritual.
- Ore para que os líderes das igrejas sejam movidos por Deus e iniciem um movimento de busca pelo avivamento.

DIA 19 - SEXTA CONDIÇÃO COLOCAR O FOCO EM DEUS

DIA 20 - TRAVESSIA SEM RETORNO

DIA 23 - COMODISMO


terça-feira, 19 de setembro de 2017

DIA 23 - COMODISMO - 40 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO


DIA 23 - COMODISMO

Por isso é que foi dito: "Desperta, ó tu que dormes levanta-te dentre os mortos e Cristo resplandecera sobre ti. Efésios 5.14


Muitas pessoas gostam da rotina e se sentem confortáveis com o estilo de vida que adotaram e tem pavor de qualquer mudança. Sem duvidas as mudanças sempre trazem algum temor, mas por outro lado elas criam uma nova expectativa do que esta adiante. 

Esta é uma das razoes pelas quais as pessoas não querem um avivamento espiritual. Estão acomodadas e não querem interferências na sua zona de conforto. Alguns sabem que se tiverem uma experiência profunda com Deus, precisarão acertar coisas, abrir a vida para que Cristo entre e todas as áreas. No avivamento espiritual entregamos todas as áreas da nossa vida para que Cristo assuma o controle. 

Eu fiquei impactado com o testemunho de avivamento pessoal do Pr. Enéas Tognini. Num certo sentido ele estava acomodado na sua rotina. Trabalhava muito, pois era pastor da Igreja Batista em Perdizes, Diretor do Colégio Batista, líder na sua denominação, mas nos conta que algumas pessoas oravam por ele para que tivesse uma experiencia profunda de consagração a Deus. Com certeza Deus responde as orações. O Pastor Enéas relata que começou a ficar descontente com sua vida espiritual. Sabia que Deus tinha mais para fazer nele e através dele. Começou então a jejuar, orar e pedir que Deus abençoasse sua vida e ministério. 

Ele conta que por causa desta busca houve um domingo que ele pregou e o Céu se abriu sobre o povo. Houve um grande quebrantamento em sua igreja. Muitos começaram a pedir perdão uns aos outros e as coisas começaram a se transformar na igreja. Ele foi ao seu gabinete ajoelhou-se e disse: 

- Senhor que queres que eu faça? 
- A resposta de Deus foi: ENTREGA! 
Ele ent ão perguntou: que queres que eu entregue?
- A Igreja 
Ele titubeou um pouco, mas disse: 
- Esta bem eu entrego, a igreja é sua. 
Em seguida ouviu novamente a voz ENTREGA! 
- O que mais devo entregar? 
- O Colégio Batista. 
Com alguma reticencia ele entregou. Novamente veio a voz ENTREGA! 
- Há ainda algo a entregar? 
- Sim a sua biblioteca.
Ele era um homem de muita leitura e tinha muitos livros, titubeou novamente mas ao final disse: 
- Sim eu entrego a biblioteca. 
Mais uma vez veio a voz ENTREGA! 
- O que mais tu queres de mim? Deus disse: 
- Sua família. 

Ai ele afirma que entrou num dialogo com Deus dizendo a família não! Porém a voz amorosa e firme de Deus disse: ENTREGA! A esta altura ele estava quebrantado, e sabia que era o próprio Deus que estava lhe falando, e que, entregando, Ele cuidaria de tudo melhor. E o desejo de servir a Deus era tao grande que ele entregou tudo. Ai ele conta que o Poder de Deus veio sobre ele de uma forma que nunca havia experimentado em toda sua vida ministerial. Houve uma convicção forte de pecado, arrependimento, desejo de restituição, perdão a todos que o ofenderam. De repente ele abriu as gavetas de sua escrivaninha e começou a rasgar documentos que guardava para proteger-se de acusações. A entrega foi tao grande que ele deixou sua reputação aos cuidados de Deus. 

E Deus cuidou. Enéas Tognini até hoje, mesmo após sua morte, é respeitadíssimo no cenário evangélico brasileiro, como um homem que Deus usou para o inicio de um avivamento espiritual no Brasil. 

Ele saiu da sua zona de conforto, e começou viajar em todos os Estados da nossa nação, chamando a igreja a uma vida mais profunda com Deus. Se perguntássemos a ele se valeu a pena? Com certeza a resposta seria SIM.

Não admita o comodismo em sua vida espiritual. Saia você também da sua zona de conforto e aliste-se no exercício de Deus que vai lutar contra as hostes espirituais da maldade nas regiões celestiais. 

O Senhor dos exercícios está lhe convocando!

-----------------------------------------------------------------------------------------
MOTIVOS DE ORAÇÃO:
- Pergunte a Deus se existem áreas na sua vida que precisam ser entregues ao controle de Jesus Cristo, e ENTREGUE!
- Ore para que o Senhor Jesus o encha com Plenitude do Espírito Santo. 
- Peça ao Senhor Jesus que desperte e avive sua igreja.



sábado, 16 de setembro de 2017

SÉRIE 1 PEDRO: 9 – BONS CONSELHOS PARA ESPOSAS E MARIDOS


9 – BONS CONSELHOS PARA  ESPOSAS  E MARIDOS
(26-04-2017)
Introdução: A mensagem de hoje é continuação da semana passada. Vamos continuar estudando as recomendações do apóstolo Pedro às esposas e aos maridos cristãos para terem um relacionamento saudável e abençoado.

Texto Bíblico: 1 Pedro 3.1-8
1 Do mesmo modo, mulheres, sujeitem-se a seus maridos, a fim de que, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavras, pelo procedimento de sua mulher,
2 observando a conduta honesta e respeitosa de vocês.
3 A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e jóias de ouro ou roupas finas.
4 Pelo contrário, esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranqüilo, o que é de grande valor para Deus.
5 Pois era assim que também costumavam adornar-se as santas mulheres do passado, que colocavam a sua esperança em Deus. Elas se sujeitavam a seus maridos,
6 como Sara, que obedecia a Abraão e lhe chamava senhor. Dela vocês serão filhas, se praticarem o bem e não derem lugar ao medo.
7 Do mesmo modo vocês, maridos, sejam sábios no convívio com suas mulheres e tratem-nas com honra, como parte mais frágil e co-herdeiras do dom da graça da vida, de forma que não sejam interrompidas as suas orações.
8 Quanto ao mais, tenham todos o mesmo modo de pensar, sejam compassivos, amem-se fraternalmente, sejam misericordiosos e humildes.

2º - A SUBMISSÃO DA ESPOSA AO MARIDO É EXCLUSIVA. “Do mesmo modo, mulheres, sujeitem-se a seus (próprios) maridos... (3.1a).

NÃO É A QUALQUER HOMEM: Nem a todos os homens. A mulher não se sujeita a qualquer homem, mas a seu marido. A exclusividade e a fidelidade conjugal são exigidas apenas para os casados. Submissão não é uma questão de inferioridade, mas de funcionalidade. A submissão não é uma questão de gênero. Pedro não ensina que todas as mulheres devem ser submissas a todos os homens. A esposa deve ser submissa a seu marido.

3º - A SUBMISSÃO DA ESPOSA AO MARIDO É EXEMPLIFICADA. Do mesmo modo, mulheres, sujeitem-se a seus maridos... (3.1a)

A palavra “do mesmo modo” significa “também” ou “igualmente” e remete ao exemplo de Jesus Cristo (2.21-25). Assim como Jesus foi submisso à vontade de Deus, a esposa deve seguir o seu exemplo. 
Mesmo sendo um com o pai, Jesus se submeteu à vontade do pai. O maior, o mais nobre e o supremo exemplo de submissão é encontrado em Cristo.

4º - A SUBMISSÃO DA ESPOSA AO MARIDO É UMA OPORTUNIDADE. ... a fim de que, se alguns deles não obedecem à palavra, sejam ganhos sem palavras, pelo procedimento de sua mulher, observando a conduta honesta e respeitosa de vocês.  (3.1b,2). 

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

DIA 22 - UMA ESCATOLOGIA NEGATIVISTA - 40 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO


DIA 22 - UMA ESCATOLOGIA NEGATIVISTA

Escatologia é a matéria teológica que estuda os finais dos tempos. Algumas pessoas não creem que haverá um avivamento espiritual, porque estamos perto da volta de Cristo, e do final dos tempos. Algumas afirmações de Cristo aparentemente dizem que não haverá mais jeito e o mundo cada vez mais vai afundar na maldade. Realmente existem algumas afirmações, mas precisam ser interpretadas corretamente. Por exemplo: 

12 Devido ao aumento da maldade, o amor de muitos esfriará
13 mas aquele que perseverar até o fim será salvo 
14 E este evangelho do Reino será pregado em todo o mundo como testemunho a todas as nações, e então vira o fim. Mateus 24.12-14 

Jesus esta respondendo a pergunta dos seus discípulos sobre quando acontecerão estas coisas e explica diversos acontecimentos dos tempos finais

1. O aumento da maldade. 
Sem duvida a maldade aumentará, mas se você interpretar biblicamente, o bem e o mal existem desde o princípio das coisas e vai concluir que o mal faz ressaltar o bem. Claramente o mal esta se alastrando como um câncer, mas é numa situação de maldade que a igreja manifestara mais a bondade e misericórdia de Deus.

2. O amor de muitos esfriara. 
Quando ha avivamento Deus coloca diante de nos a vida e o bem a morte e o mal. Sem duvida em tempos de avivamento espiritual as pessoas fazem suas escolhas, e infelizmente alguns preferirão não aceitar e levantar-se contra a obra de Deus.

3. Aquele que perseverar até o fim será salvo. 
Aqui esta a verdadeira igreja de Cristo. Ela persevera e vive a vida de Cristo até o fim, mesmo que seja ameaçada e sofra perseguições. O Livro dos Atos dos Apóstolos mostra que quando há avivamento acontece uma grande perseguição.

4. O Evangelho sera pregado ao mundo todo. 
Aqui esta a evidencia de que somente através de um grande avivamento espiritual a igreja cumprirá seu dever missionário. As nações serão alcançadas como resultado do avivamento. A historia dos avivamentos sempre comprova que um dos resultados é o grande aumento e envio de missionários para outras partes do mundo.

Não se acomode com a ideia de que não existe mais solução para o mundo. Deus ainda tem os 7.000 que não dobraram os joelhos a Baal. Você é um deles?

-----------------------------------------------------------------------------------------
MOTIVOS DE ORAÇÃO:
- Ore para que o império da maldade seja abalado pela manifestação do poder de Deus através da Igreja. 
- Ore por um grande avivamento espiritual que leve a igreja a alcançar as nações com o evangelho. 
- Ore para que o Espirito Santo prepare a igreja para o avivamento.


terça-feira, 12 de setembro de 2017

DIA 21 - IGNORÂNCIA SOBRE O AVIVAMENTO - 40 DIAS DE JEJUM E ORAÇÃO



SEMANA IV
OS IMPEDIMENTOS AO AVIVAMENTO

Existem muitos inimigos da obra de Deus tais como filosofias, movimentos controladores, religiosidade, etc. Mas o principal é Satanás, mencionado na Bíblia como a "antiga serpente", que desde o principio das coisas se rebelou contra Deus e até hoje faz tudo que pode para impedir a obra de Deus. 

Porém, ele está remando contra a maré, porque Deus é soberano e todo poderoso, e nenhum dos planos que Ele traçou serão frustados. 

Nós como servos de Deus temos que estar conscientes das armadilhas, estratégias e ferramentas que o inimigo utiliza para impedir que venha um grande avivamento espiritual e cientes delas, vamos utilizar as estratégias bíblicas para afastar as artimanhas do inimigo. 

Por isso nesta semana vamos olhar alguns desses impedimentos e assim eliminá-los com jejum e oração, até que lá do alto sejamos revestidos de Poder.



DIA 21 - IGNORÂNCIA SOBRE O AVIVAMENTO

Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou quem vive, mas Cristo vivem em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim. Gálatas 2.20

Infelizmente muitas pessoas têm preconceito com a palavra "avivamento", por causa de experiências negativas, divisões, contendas e outras decepções causadas por pessoas em nome do avivamento espiritual. Por isso é importante deixar claro o que não é avivamento e o que é avivamento verdadeiro:

O QUE NÃO É AVIVAMENTO:
1. Avivamento não é manifestação de dons espirituais. 

Estas manifestações podem ocorrer durante um avivamento, mas de acordo com a Bíblia dons espirituais são parte integrante e inerente do funcionamento do Corpo de Cristo e se manifestam na igreja mesmo que não haja avivamento.

2. Avivamento não é uma campanha evangelística. 
Sem dúvidas quando há avivamento, uma grande colheita de almas acontece, mas uma campanha evangelística, que é importante, nunca substituirá um derramar do Espírito.

3. Avivamento não é uma reunião de Louvor. 
A Adoração a Deus deve ser parte integrante de qualquer culto cristão. Há diversos movimentos de louvor que são importantes, proclamam a Glória de Deus e podem acontecer mesmo que não haja avivamento espiritual.

4. Avivamento não é um Congresso que tem começo, meio e fim. 
Em alguns congressos podem acontecer experiências individuais e coletivas, haver manifestações do poder de Deus, mas quando encerra aparentemente terminou o movimento.

5. Avivamento não é um momento emocional. 
Não é uma reunião cheia de emoções onde pessoas choram, caem, sentem arrepios, experimentam milagres, - o que pode acontecer- mas quando saem da reunião a vida continua a mesma. Não houve qualquer transformação.

O QUE É AVIVAMENTO VERDADEIRO:
É um agir soberano de Deus, onde acontece um movimento do Espírito Santo promovendo uma atmosfera de arrependimento, convicção de pecado, reconhecimento do distanciamento de Deus e um profundo desejo de ter uma nova vida e andar de acordo com a vontade de Deus. 

O texto bíblico acima deixa claro que o avivamento é a própria vida de Cristo em nós. Notem que além da palavra "vida" o texto menciona quatro vezes o verbo "viver".

A raiz da palavra avivamento é vida. O avivamento verdadeiro é a vida de Cristo em nós. Mas para isto acontecer, precisamos experimentar em primeiro lugar a mortificação dos procedimentos do terrível, e teimoso EU.

Três frases do Apóstolo Paulo definem o avivamento:

1. Fui crucificado com Cristo. 
O lugar do EU é na cruz. Impressionante como nosso egoísmo é uma grande barreira para a verdadeira vida. Precisamos crer que o nosso velho homem já foi crucificado e examinar se esta afirmação bíblica tem sido uma realidade em nossas vidas. Como está o seu EU? Morto?

2. Assim, já não sou eu quem vive. 
O fato de eu estar morto implica que não tenho mais minha vontade, nem desejos pessoais, mas agora minha vida está totalmente imersa na vida do meu Salvador, escondida com Cristo em Deus.

3. Mas Cristo vivem em mim. 
Este é o verdadeiro avivamento espiritual. Cristo toma posse de toda minha vida, de tal forma que tudo é entregue a Ele. O passado e o futuro, os bens materiais, a família, os projetos, as posições. Quando Cristo vive em mim, naturalmente abro mão de tudo para que Ele seja tudo em mim. 

Oh! irmãos como precisamos experimentar esta realidade. Em nossas igrejas quando citamos este verso todos dizem Amém, mas a realidade é outra. 

Tenho uma grande expectativa que muitos realmente experimentarão esta realidade espiritual e consequentemente haverá uma mudança radical nas vidas. As igrejas serão cheias da vida de Cristo. O povo das cidades terá convicção de pecado e correrá para as igrejas buscando perdão e salvação. O povo andará de acordo com a vontade de Deus. E Deus sendo glorificado em todos os lugares. Podem me chamar de sonhador, mas eu continuo crendo.

-----------------------------------------------------------------------------------------
MOTIVOS DE ORAÇÃO:
- Ore para que o Espírito Santo opere na sua vida um avivamento espiritual constante. 
- Ore para que as igrejas vivam cheias do Espírito Santo.

SEMANA 4
OS IMPEDIMENTOS AO AVIVAMENTO

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...