quinta-feira, 29 de maio de 2014

PASTORAL: ISTO É AMOR!



“Mas Deus prova o seu amor para conosco, em que Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores.” 
(Romanos 5:8)

Conta-se a história de uma órfã que foi adotada por uma adorável senhora que desejava ouvir a disparada de pequeninos pés e o riso de criança  s dentro da sua casa. A menina estava encantada com o seu novo lar e os vestidos novos que sua nova mãe lhe fizera. A senhora a ensinara a chamá-la "mamãe". E puxou-a então a si e beijou-a. A pequena, que jamais havia conhecido o amor de mãe, olhou surpresa com os seus lindos olhos azuis, e perguntou: "Mamãe, que é isso?" 

"Querida", respondeu a senhora, "isto é amor!" "Oh, mamãe", suspirou a menina, "se o nome disto é amor, então eu quero mais mamãe! " 

Como explicar o amor de Deus por nós. Assim como esta criança maravilhou-se ao receber um beijo repleto de amor, também nós devemos nos maravilhar a cada dia de nossas vidas pelo amor incomensurável com que Deus nos amou e continua a nos amar. 

O texto que lemos acima revala que Ele nos amou enquanto estávamos em delitos e pecados. Não tínhamos méritos, boas ações, boas obras ou qualquer outra coisa que pudéssemos oferecer em troca de tão grande amor. A palavra também nos diz em 1 João 4:19 que “Nós amamos porque ele nos amou primeiro.” 

Quão maravilhoso, quão insondável, quão sublime, quão tremendo, extenso, largo, alto e profundo é o amor de Deus por nós.

Me recordo com emoção, com gratidão e nostalgia de alguns momentos da minha infância. Lembro-me que meu pai, Daniel Gonçalves Maia (de saudosa memória) aos domingos pela manhã, levantava-se bem cedo e antes mesmo de sairmos da cama, ele ligava a sua vitrola, apanhava um dos seus discos preferidos (na época discos de vinil ainda) e os tocava bem alto, era o nosso despertador. Um desses hinos me emociona até hoje, e de tanto ouvi-lo também se tornou um dos meus preferidos. O hino “Sublime Amor”, cantado na voz lírica e inconfundível do 1º tenor Edgar Martins (também de saudosa memória) na segunda estrofe era cantado assim: 

Se o mar em tinta se tornar 
E em papel o céu também,
E as hastes todas a correr 
A descrever o amor de Deus
O descrever tão grande amor 
Ao mar daria o fim
E onde pois está o livro 
Em que escrever tal amor?
Sublime amor o amor de Deus,
Quão insondável o és
Sempre a cantar tão grande amor 
Estarão os salvos nos céus.


(Para ouvi-lo acesse: www.youtube.com/watch?v=TrZeynY15EE)

Quando provamos as "insondáveis riquezas" do amor de Cristo, também desejamos mais dele. Deus te ama, não duvide disso, não se esqueça disso, seja grato por isso. 
Obrigado Senhor pelo teu tão grande amor por nós.

Pr. Dener R. Maia

domingo, 25 de maio de 2014

SÉRIE - OS MILAGRES DE JESUS - 2


A RESSURREIÇÃO DE LÁZARO
Texto: João 11

Introdução: Em ordem cronológica, este é o sétimo milagre de Jesus registrado no evangelho de João. Como hoje comemoramos a Ressurreição do Senhor Jesus, é bom relembrar este milagre que venceu a morte, que se tornou o mais incontestável dos milagres, que mostrou a todos que Jesus era e é o Messias que havia de vir. Hoje o Senhor deseja também ressuscitar sonhos, esperanças e a vida que você perdeu. Creia nele e lhe entregue o seu coração.
Lázaro estava doente, suas irmãs mandaram avisar a Jesus, Ele, porém demorou alguns dias até que, com firmeza afirmou aos discípulos que Lázaro estava dormindo. Ao chegar em Betânia, já haviam quatro dias que Lázaro tinha morrido, e o milagre aconteceu.
O que Jesus nos ensina neste sétimo milagre?

1 – JESUS TEM O CONTROLE DE TUDO
“Então as irmãs de Lázaro mandaram dizer a Jesus: "Senhor, aquele a quem amas está doente". Ao ouvir isso, Jesus disse: "Essa doença não acabará em morte; é para a glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por meio dela".
 (João 11:3-4)
1. Ele sabia. Nada foge ao seu controle. Ele sabe exatamente o que se passa comigo, a minha dificuldade, a minha luta, a minha dor. Jesus conhece exatamente o momento que nós temos enfrentado em nossas vidas. Ele não está alheio as nossas situações.
2. Ele revelou o desejo do seu coração. Glorificar à Deus. Jesus em tudo glorifica a Deus. Jesus até mesmo na sua exaltação a Glória é de Deus Pai. Em sua vida, obra e ministério, Ele viveu para agradar e Glorificar a o Pai. Precisamos aprender com Ele a ser e fazer como Ele.
3. Tudo o que nos acontece tem por finalidade a Glória de Deus. Em tudo há um “pra que”, um propósito, mesmo que pareça não haver um “por que”.
“NO FIM TUDO DÁ CERTO”
O CRISTÃO NÃO SOFRE DERROTA.
“E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.” 
(Romanos 8:28)

EM CRISTO VOCÊ NÃO É SÓ UM VENCEDOR, VOCÊ É MAIS QUE VENCEDOR.
“E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou.” 
(2 Coríntios 5:15)

VIVO PARA A GLÓRIA DE DEUS. VIVA PARA A GLÓRIA DE DEUS.
JESUS ESTÁ NO CONTROLE. ELE ESTÁ NO LEME. ELE ESTÁ NA DIREÇÃO, ELE ESTÁ NO VOLANTE.

2 – JESUS NOS AMA INCONDICIONALMENTE
“Ora, Jesus amava a Marta, e a sua irmã, e a Lázaro. Ouvindo, pois, que estava enfermo, ficou ainda dois dias no lugar onde estava. Depois disto, disse aos seus discípulos: Vamos outra vez para a Judéia.” 
(João 11:5-6)

Não há como medir, mensurar o amor de Deus por nós. O amor de Jesus por você é infinito. Mesmo Jesus amando Marta, Maria e Lázaro, Ele ainda se demorou, ficou mais dois dias onde estava. A demora dele era proposital. 
O que a demora de Deus em responder NÃO É:  
  • Não é falta de amor
  • Não é indiferença
  • Não é punição ou vingança
  • Não é insensibilidade 

Ele foi. Jesus vem ao nosso encontro mesmo quando tudo aos nossos olhos parecem estar perdidos, quando tudo ao nosso redor parece ter chegado ao fim. Ele vem ao nosso encontro, pois disse estar conosco todos dos dias. 
ELE NÃO SE DETÉM PRA SEMPRE, ELE OUVE AS ORAÇÕES, ELE CUMPRE SUAS PROMESSAS.

3 – JESUS SENTE E CONHECE A NOSSA DOR 
“Ao chegar ao lugar onde Jesus estava e vê-lo, Maria lançou-se aos seus pés e disse: Senhor, se estivesses aqui, meu irmão não teria morrido. Ao vê-la chorando, e também os judeus que a acompanhavam, Jesus comoveu-se profundamente no espírito e, abalado, perguntou-lhes: Onde o pusestes? Responderam-lhe: Senhor, vem e vê. Jesus chorou. Então os judeus disseram: Vede como o amava.” 
(João 11.32-36)
O texto fala que Jesus chorou. Sua comoção foi fruto de um profundo sentimento de compaixão pela dor que via na alma das irmãs de Lázaro. O sofrimento delas se tornou o sofrimento de Jesus. O seu sofrimento Ele conhece e sente junto com você e se compadece e na hora certa intervém para a glorificação do nome de Deus.
O choro de Jesus revela também sua humanidade, sua semelhança conosco.
Apesar da dor, Marta e Maria escolhem declarar sua fé ao invés de se revoltarem contra o Senhor: “se estivesses aqui, meu irmão não teria morrido.” (v. 32).

A NARRATIVA MOSTRA UMA LINDA DECLARAÇÃO DE FÉ DE MARTA E DE MARIA. 
TUDO O QUE EU E VOCÊ PASSAMOS E ATÉ O QUE NÃO PASSAMOS, JESUS JÁ PASSOU, JÁ SOFREU E VENCEU. ATÉ MESMO A MORTE. 
“Tragada foi a morte na vitória. Onde está, ó morte, o teu aguilhão? Onde está, ó inferno, a tua vitória? ” 
(1 Coríntios 15:54b-55)

4 - ELE TE CHAMA E TE TRAZ DE VOLTA À VIDA 
“E disse: Tirai a pedra. Então Marta, irmã do morto, disse-lhe: Senhor, ele já cheira mal, porque já faz quatro dias. Jesus lhe respondeu: Não te disse que, se creres, verás a glória de Deus? Então tiraram a pedra. E Jesus, levantando os olhos ao céu, disse: Pai, graças te dou, porque me ouviste. Eu sei que sempre me ouves; mas por causa da multidão que está aqui é que assim falei, para que creiam que me enviaste. E, tendo dito isso, exclamou em alta voz: Lázaro, vem para fora! O que estivera morto saiu, com os pés e as mãos atados com faixas, e o rosto envolto num pano. E Jesus lhes disse: Desatai-o e deixai-o ir.”
 (João 11.39-44)

Jesus é o Senhor dos impossíveis - Quatro dias se passaram, impossível alguém ressuscitar dos mortos. Já cheira mal, disseram as irmãs, a multidão ficou perplexa.
A ordem é: “TIRAI A PEDRA”... Tire a pedra da incredulidade, tire a pedra da rebeldia, tire a pedra da busca de realizações fora a vontade do Senhor, tire a pedra dos seus interesses pessoais, a ainda que cheirando mal, Jesus é o Senhor dos impossíveis.Ele trará vida onde não há mais vida.Ele pode fazer novas todas as coisas.
Em todos estes milagres, Jesus agiu juntamente com a FÉ E OBEDIÊNCIA. 
Fé nos capacita a crer, 
obediência nos leva a alcançar. 
É tempo de fazermos sempre TUDO O QUE ELE ORDENAR...

Jesus está aqui hoje para te trazer de volta à vida. Para te ressuscitar, para te dar uma nova vida. Ele deseja transformar todo pranto em festa, tirar o espírito angustiado e te dar vestes de louvor.

Ele quer e só Ele pode ressuscitar os seus sonhos, ressuscitar suas esperanças, suas alegrias, sua fé e realizar os milagres que você deseja e espera.

CREIA, CONFIE, DEIXE ELE DECLARAR QUE TAMBÉM NA SUA VIDA A OBRA DE TRANSFORMAÇÃO E DE SALVAÇÃO ESTÁ CONSUMADA.

segunda-feira, 19 de maio de 2014

SÉRIE - OS MILAGRES DE JESUS - 1




1º Milagre – JESUS TRANSFORMA A ÁGUA EM VINHO
Pr. Dener Maia - 06/04/2014
Texto: João 2.1-11

Introdução: 
Você já presenciou um milagre? Melhor ainda, você já viveu e pode se considerar fruto de um milagre? Aqueles que foram agraciados por milagres em suas vidas tiveram antes do milagre um momento de “crise da fé”, mas venceram. A palavra que aparece nos originais do grego traduzida como “milagre” é σημειον [sêmeion] (Sustantivo neutro - Sinal.)
Nesta série de mensagens vamos estudar os milagres de Jesus narrados no evangelho de João.
As características da narrativa de João. O propósito do livro e os seus objetivos.

Uma festa é sempre uma festa e todos gostamos de participar de festas, especialmente nas festas de casamento, que são bonitas, românticas, com leituras Bíblicas e músicas especiais. Mas não podemos esquecer que há festas e festas! Festas sadias, edificantes, mas há festas pecaminosas, corruptoras, que pervertem, destroem. Muitas festas em nossa sociedade são maléficas, tanto para o corpo como para a alma. A bebida alcoólica, as drogas, e a prostituição prejudicam e isso está presente em grande parte das festas de hoje. Uma grande parte das festas de hoje são de cunho religioso, dedicadas às imagens esculpidas pelos homens, portanto, idolatria; e há toda sorte de pecados. Quantas mortes acontecem nestas festas promovidas pelo catolicismo? Caná da Galiléia foi uma festa de casamento, onde a família de Jesus estava presente, e também o colégio apostólico. Algumas lições podemos aprender através deste texto Bíblico…

1 – CONVIDE JESUS PARA O SEU CASAMENTO
“Jesus e seus discípulos também foram convidados para o casamento.” (João 2.2)

Jesus estava na festa de casamento porque havia sido convidado pelos noivos. 
Esse casamento foi abençoado. A melhor coisa que os noivos fizeram foi convidar Jesus. A maioria dos casamentos em nossos dias não conta com a presença de Jesus, porque os noivos não O convidam para estar presente. E sem a presença de Jesus não é abençoado, se torna uma tragédia. Grande parte dos casamentos hoje, só deixam traumas, feridas profundas.
JESUS JÁ FOI CONVIDADOI PARA O SEU CASAMENTO?  “A mão do SENHOR não está encolhida para que não possa salvar; nem o seu ouvido está surdo, para que não possa ouvir;” (Isaías 59.1)

NÃO É DEUS QUE SE AFASTA DE NÓS, SOMOS NÓS QUE SAÍMOS DE DEBAIXO DA SUA PROTEÇÃO.
Mas Jesus aceita convites, você precisa convida-lo para fazer parte de sua vida. “Eis que estou a porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa, cearei com ele e ele comigo” Apoc. 3:20. Jesus está esperando que você o convide para entrar em sua vida e fazer parte dela.

2 – LEVE SEUS PROBLEMAS PARA JESUS
“E, tendo acabado o vinho, a mãe de Jesus lhe disse: Eles não têm mais vinho.” (João 2.3) 
Maria estava diante de um problema, faltou vinho; o que fazer? Ela nos dá um grande exemplo: LEVOU O PROBLEMA PARA JESUS. Isso mostra que ela não tinha poder para resolver o problema. Se ela pudesse fazer o milagre, teria feito; mas sabia que só Jesus poderia resolver aquela situação. 

O QUE É QUE A GENTE FAZ QUANDO A ALEGRIA VAI EMBORA? 
QUANDO A DECEPÇÃO BATE? 
QUANDO A GENTE TROPEÇA? 
QUANDO A COMUNHÃO SE ESFRIA?

Com essa atitude de Maria, aprendemos que devemos levar nossos problemas e dificuldades a Jesus. Maria era uma mulher muito sábia, consciente de sua humanidade….não tinha qualquer poder e sabia disso… 

MARIA FOI UMA MULHER EXTRAORDINÁRIA, MAS SOMENTE UMA MULHER. 

É uma pena que seus fãs sejam tão cegos e não consigam ver que todo problema deve ser levado a Jesus, pois só Ele tem poder para fazer maravilhas. Exatamente como disse Pedro: 
“Em nenhum outro nome há salvação, porque também debaixo do céu não existe outro nome dado entre os homens pelo qual devamos ser salvos” Atos 4:12. 

QUEM SALVA É SÓ JESUS, QUEM TEM PODER É SÓ JESUS, QUEM PODE FAZER MILAGRES É SÓ JESUS. O NOME DE JESUS É PODEROSO.

Só o nome de Jesus. Só o nome de Jesus! Aprendamos com Maria a levar nossos problemas e dificuldades diretamente a Jesus, porque só Ele tem poder para nos ajudar… Todo o poder me foi dado no céu e na terra. Sem mim nada podeis fazer”. E Maria sabia disso.

3 – APRENDA A ESPERA O TEMPO DE DEUS
“Jesus lhe respondeu: Mulher, que tenho eu contigo? A minha hora ainda não chegou. Então sua mãe disse aos atendentes: Fazei tudo o que ele vos disser.” (João 2.4-5)

Isso mostra que não é como nós queremos. Jesus sabe a hora de agir! Nada acontece, nem antes e nem depois da hora estabelecida por Deus. Às vezes pedimos algo, temos um problema que precisa de solução, e Ele diz: Ainda não é chegada a minha hora. Quando o cego Bartimeu clamou: 
“Jesus filho de Davi, tem misericórdia de mim"O que você quer que eu lhe faça? ", perguntou-lhe Jesus. O cego respondeu: "Mestre, eu quero ver! " "Vá", disse Jesus, "a sua fé o curou". Imediatamente ele recuperou a visão e seguia a Jesus pelo caminho. Marcos 10:51-52 

Abraão também orou pedindo um filho e Deus mandou que ele esperasse, e durante 25 anos esperou até que Deus cumprisse a promessa.

O NOSSO TEMPO NEM SEMPRE É O TEMPO DE DEUS. 

Isso mostra que Maria era tão humana como nós. Levou o problema a Jesus, que disse que mas ainda não era chegada a hora. 

JESUS AGIU NO TEMPO CERTO. ELE SEMPRE AGE NO TEMPO CERTO

E Maria demonstra ser uma pessoa consciente, pois disse aos serventes: “Fazei tudo o que Jesus vos disser”. Maria obedecia a Jesus e ensinava as pessoas a obedecerem a Jesus. É de se lamentar que tanta gente não entenda isso e esteja ensinando o contrário. Estão ensinando a obedecer e a pedir a Maria….quando ela mesma ensinou pedir a Jesus… Graças a Deus, porque nós, evangélicos, fazemos o que Maria fez e ensinamos o que Maria ensinou, ela era uma evangélica, uma crente fiel e dedicada. Aliás, grande parte dos santos da Igreja católica são os crentes em Jesus do passado.

4 – JESUS OPERA O MILAGRE E RESTAURA A ALEGRIA
“Jesus lhes ordenou: Enchei de água as talhas. E eles as encheram completamente. Então lhes disse: Tirai agora um pouco e levai ao responsável pela festa. E eles assim fizeram. Quando o responsável pela festa provou a água transformada em vinho, não sabendo de onde viera, embora o soubessem os atendentes que haviam tirado a água, chamou o noivo e lhe disse: Todos servem primeiro o vinho bom e, quando os convidados já beberam bastante, servem o inferior; mas tu guardaste até agora o melhor vinho.” (João 2.7-10)

Tudo o que Jesus ordenou que os serventes fizessem, eles fizeram. Foi uma prova para a fé deles. Mas o milagre foi a recompensa… se os serventes não tivessem obedecido a Jesus, o milagre não teria acontecido. Nossa obediência a Jesus é uma prova de fé, é uma prova de amor…e sem dúvida seremos recompensados. Um detalhe na obediência! A obediência precisa ser completa e não pela metade ou 70%. Jesus exige obediência 100% Jesus mandou encher as talhas e os serventes encheram até em cima. Isto é, completamente. Todas as pessoas que são conscientes sabem da importância da obediência a Jesus. 
A água foi transformada em vinho…todas as vidas e famílias que convidaram Jesus para fazer parte de suas vidas foram abençoadas, grandemente abençoadas! Minha vida foi abençoada desde que convidei Jesus para fazer parte. Viver sem Jesus é viver a vida do filho pródigo, é comer das bolotas que os porcos comiam, é um lixo. Mas as pessoas têm facilidade em se acostumar a viver mal, infelizmente. 

SE VOCÊ DESEJA TER UMA VIDA ABENÇOADA, CONVIDE JESUS PARA FAZER PARTE DELA. FAÇA COMO OS NOIVOS DE CANÁ DA GALILÉIA!

“Esse sinal, em Caná da Galileia, foi o primeiro que Jesus fez. Ele manifestou a sua glória, e os seus discípulos creram nele” (João 2.11). 

Não é a todos que se manifesta a glória de Deus, mas apenas para aqueles que O CONVIDAM para fazer parte de suas vidas. Estevão viu a glória de Deus porque Jesus fazia parte de sua vida…enquanto o apedrejavam, ele estava com seus olhos fitos ao céu e via o céu aberto,e Jesus assentado no trono e os anjos que desciam e subiam. Morreu apedrejado por causa de sua fé, mas morreu vendo a glória de Deus. Jesus manifestou sua glória em Caná da Galiléia e os que ali estavam e acompanharam os acontecimentos foram fortificados na fé. “Creram nele”. Se você quiser ver a glória de Deus, entregue-se a Ele. Convide Jesus para fazer parte de sua vida, obedeça a Jesus TOTALMENTE, e você crescerá em sua vida de fé. Deixará de ser religioso para ser um discípulo de Jesus.

CONCLUSÃO

Assim aprendemos grandes lições através das bodas em Caná da Galiléia. 
  • O Senhor vai onde é convidado. 
  • Não entra sem convite! Pois não é ladrão e nem salteador. Satanás sim, entra sem ser convidado.
  • Podemos levar todos os nossos problemas e dificuldades a Ele na certeza de que atenderá na hora certa, pois coloca em prova nossa fé para depois nos recompensar. 
  • Não podemos esquecer que onde Jesus entra, leva bênçãos, 
  • Manifesta a sua glória e 
  • Fortifica a fé. 

DEIXE JESUS ENTRAR EM SUA VIDA AGORA. 
CONVIDE JESUS PARA FAZER PARTE DO SEU CASAMENTO, DO SEU NAMORO, DA SUA EMPRESA, DOS SEUS NEGÓCIOS, DOS SEUS ESTUDOS, DOS SEUS PROJETOS, DOS SEUS PLANOS
ELE QUER, ELE DESEJA TE ABENÇOAR. ELE DESEJA REALIZAR MILAGRES, DESEJA RESTAURAR A ALEGRIA, DESEJA REVELAR-SE A VOCÊ. 

Pr. Dener Maia

quarta-feira, 7 de maio de 2014

PASTORAL: QUANTO VALE UMA MÃE?




Parece que virou moda mães abandonarem seus filhos em lixeiras, terrenos baldios, matas ou até jogarem na água para morrer. A desculpa é sempre a mesma quando a pessoa consegue ser presa: “Eu não tinha condição de criar”.

Ser mãe, realmente assusta, modifica comportamentos, redefine prioridades. Quando falo em maternidade, não me refiro ao ato de dar a luz, mas de ter um contato, primeiro visual, depois físico e, por último, afetivo. Uma pessoa se torna mãe, quando toma consciência de que o é. É um caminho sem volta. Quando se percebe mãe, a vida passa a ter outra cor. Por isso algumas querem se livrar dos bebês antes que se tornem seus filhos de verdade.

Você já viu uma mamãe do reino animal defender seus filhotes? Não há limites para a sua luta. Ela vai até as últimas conseqüências. É um instinto nato das mães. Esse é o estado de mãe, não é uma experiência é um estado se ser.

Aquelas que decidem serem mães sabem que as noites não são mais suas; que o melhor já é não é para si; que numa loja, a primeira imagem que vem à mente dentro de uma roupa à venda é a do filho. 

Quem decidiu ser mãe, optou por suportar ingratidão, optou por ter questionada sua sabedoria, optou por estar disposta a dividir o problema dos filhos, mas somá-los aos seus. Optou por fingir que não se fere, para não ferir os sentimentos dos filhos.

O valor da mãe não está no que ela faz, pois ninguém percebe que ela faz. O valor da mãe está na falta que fará seus cuidados quando ela não estiver mais por perto. Infelizmente, os casos em que as mães são reverenciadas pelos seus filhos, em vida, são exceção.

O valor da mãe não está no que ela faz, mas no que ela permite que se faça com ela por amor aos filhos.

O valor da mãe não esta no que ela faz, mas no que ela deixa de fazer para que seus filhos caminhem mais rápidos, tenham sua atenção, cresçam sendo amados, mesmo que não percebam.

O valor da mãe não está no que ela faz, mas no que Deus faz através dela, e isso, só Deus sabe. 

Não dá para medir o valor de uma mãe, não porque falta critérios, mas porque é imensurável e só a eternidade revelará o valor de cada mãe.

Receba, mãe, nossa reverência. Ainda que nunca saberemos o seu real valor, muito obrigado pelo que não sabemos.
Um filho

 (Extraído do Blog Pastor Sidnei Azevedo)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...