terça-feira, 19 de abril de 2016

PASTORAL: LIÇÕES DE UM IMPEACHMENT




A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda.
(Provérbios 16:18)
No domingo próximo passado o Brasil inteiro parou diante das telas de TV, foi às ruas, acompanhou como pôde atento e vidrado, a votação do Impeachment no Congresso Nacional. Uma nota de rodapé cabe aqui exaltando e parabenizando a polícia militar pelas estratégias bem sucedidas que usaram para, ao mesmo tempo, garantir a liberdade de expressão de todos e impedir que um grupo agredisse ao outro enquanto se manifestavam. O muro de aço erguido no meio do gramado em frente ao congresso neste quesito foi eficaz, entretanto, ao vê-lo ali, também sentíamos uma tristeza de vermos nele o reflexo de uma nação dividida.

A cada voto dado, tanto a favor como contra ao processo de impeachment, as torcidas deste e do outro lado, alternavam-se em gritos de festa e vibravam como se um gol tivesse sido feito pala seleção brasileira numa final de copa do mundo. 

Em ambos os lados via-se risos e lágrimas, expectativas e sonhos, nervosismo e tensão, julgamento e rejeição, preocupação e ansiedade pelo resultado que paulatinamente ia sendo revelado.

É desnecessário dizer que com toda a publicidade, cobertura midiática e interesses eleitorais, a sinceridade, imparcialidade e consciência pura passaram longe da mente e do coração da maioria dos deputados que ali estavam. Mas isso não diminui a gravidade deste momento pelo qual passamos, na verdade o agrava pois o que mais precisamos neste momento é da verdade.

Dentre os muitos votos declarados, um deles me chamou a atenção e me levou a escrever estas linhas. Prenunciando o seu voto, o Deputado “Irmão Lázaro”, que é crente, cantor convertido, ex-componente da banda Olodum, citou o versículo que lemos acima: “A soberba precede a ruína, e a altivez do espírito precede a queda.” Com essas palavras ele concluiu votando “sim” ao processo de afastamento da presidente Dilma. (Não estamos aqui endossando a palavra do deputado, nem afirmando que a presidenta se orgulhou mesmo, esta é uma reflexão que cabe a ela própria).

O nosso desejo é tirar lições pra nossa vida. Se desejarmos livrar nossos pés de uma queda iminente, devemos seguir o conselho do apóstolo Pedro o qual disse: “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte;” (1 Pedro 5:6)

O orgulho e a soberba também foram a razão da queda de Lúcifer. Enquanto ainda estava nos céus, cercado de esplendor e glória, ele se orgulhou da sua posição, encheu-se de soberba e dizia no seu coração: “Eu subirei ao céu, acima das estrelas de Deus exaltarei o meu trono, e no monte da congregação me assentarei, aos lados do norte.Subirei sobre as alturas das nuvens, e serei semelhante ao Altíssimo.”(Isaías 14:13,14)

Deus não divide a sua glória com ninguém, Ele, e somente Ele é o soberano sobre toda terra, é diante dEle que todo joelho deve se dobrar, somente Ele é perfeito e santo, somente Ele é infalível e autossuficiente, somente Ele é o todo poderoso.

Que todos nós busquemos ter um coração “quebrantado e contrito”, a este sim o Senhor não desprezará. Amém.

Pr. Dener Maia 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...